23 de agosto de 2004

A nossa noite...

Para me deitar contigo, perco-me de mim e sou depois o teu sono, o teu respirar e deixo-me esquecida e perdida na noite que não sabe ser só minha, que não me conhece só a mim, e que necessita sempre de nós, para se ser, para escurecer…

4 comentários:

Márcia disse...

Belo. Esse é daqueles que dá vontade de assinar embaixo. Ou de dizer só: idem.

Daqui, do outro lado do mar. ;)


http://www.tabuademares.blogger.com.br

http://www.mudancadeventos.blogger.com.br

http://alfabeto.blogspot.com

Pecola disse...

:)

almofariz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Lindona vc!