22 de julho de 2004

As tuas palavras soltas

Não ouvi o que disseste...
Tapei os ouvidos e reforcei o teu silêncio gritando palavras soltas que nada significavam a não ser a barreira à tua razão. Era demais e tu eras demais.
Só me queria a mim, e o teu fundamento era escusado, obtuso e ignorante. Não tinhas o direito de entrar na minha certeza e destrui-la como se nada significasse. A tua exactidão era injusta, altiva e orgulhosa. E eu... fui inútil nas tuas palavras e nos teus argumentos.
Agora sai...
Não precisas mais de mim pois já te justificaste e já conseguiste encontrar-te na minha inquietação.
Satisfeito, aposto. Na minha pequenez encontraste a tua grandiosidade e podes partir.
Já destapei os ouvidos e já posso ouvir-me cantarolar as palavras soltas que são minhas e que me pertencem e me respeitam e me compreendem, e que não queres nem podes ouvir.
Destapa os teus ouvidos e ouve agora as palavras que gritas, e que em mim são mudas…

13 comentários:

Marta disse...

Gostei muito. Beijo

Márcia Maia disse...

Idem.

xikot disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Velasquez disse...

Simples e fenomenal o blogue:)

"Extirpa-se em mim um tal mistério vero,
Comida das raízes que pilhante
Me fazia obra de grande Homero
Onde o destino parecia abundante;
Mas agora o mundo por que exaspero
Não existe mais, sou perpétuo infante,
Esperando que água atinja a cabeça
Antes que a vontade se me arrefeça."


albertovelasquez.blogspot.com

BlueShell disse...

Achei!

BlueShell disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlueShell disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlueShell disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlueShell disse...

Ora essa...achei um Planeta Azul para mim, concha azul...
Fiquei feliz e deixei trabsbordar a felicidade dizendo "achei" várias vezes...Porque tiraste três? Eu estava tão feliz...

Maria Ana Ferro disse...

Mea Culpa. "Achei" que fosse engano...! Obrigada.

Roxanne disse...

Gostei muito...também acredito que há palavras que são mesmo só nossas...
Beijinho

Polliejean disse...

Quero agradecer-te por teres ido ao meu blog e teres deixado um comentario. Porque se nao o tivesses feito eu nao tinha descoberto o teu blog.
Identifiquei-me com as tuas palavras logo no primeiro post que li.
Muito bom. Muio bom, mesmo.

ivone disse...

magnifíco!